Página Inicial > Informações sobre doenças > Felinos > Doença clamidial felina

Doença clamidial felina

Download do pdf

Apesar de a doença ser causada pela(o) Chlamydophila felis em gatos é conhecido como pneumonia felina, as chlamydiae raramente causam pneumonias em gatos. Ch. felis é considerado como principal patógeno da conjuntivite e a infecção sempre envolve o olho, resultando na conjuntivite e ocasionalmente também causa sinais de rinite, com espirro e secreção nasal.

Etiologia e Patogênese
As chlamydiae são bactérias obrigatoriamente intracelulares que formam inclusões no citoplasma das células epiteliais. Embora os títulos do anticorpo para a Chlamydophila felis sejam comuns em algumas populações de gatos, o organismo raramente se encontra isolado de gatos clinicamente saudáveis. Os gatos com conjuntivite clamidial geralmente tem <1 a de idade, e gatos com 2 a 6 m de idade parecem ter os riscos mais elevados de infecção. É bastante improvável que gatos com conjuntivite com >5 a sejam infectados, e gatos com <8 s correm menos risco devido à presença do anticorpo materno. A transmissão ocorre em razão do contato íntimo e direto entre os gatos, pois o organismo sobrevive de maneira fraca no meio ambiente. Os gatos infectados também vertem a chlamydiae através do reto e da vagina, mas, se a transmissão venérea ocorreu , ela não foi confirmada. Há pouca comprovação de que a chlamydiae seja capaz de causar doença reprodutiva e claudicação em gatos, embora tais associações não tenham sido documentadas de forma definitiva.

Resultados Clínicos e Patológicos
O período de incubação após a exposição a um gato infectado varia de 3 a 10 dias. Os sinais incluem conjuntivite serosa a mucopurulenta, secreção nasal, e espirro. Os gatos com sinais de rinite na ausência de conjuntivite são improváveis de ser infectados com Chlamydophila felis. Os sinais iniciais incluem hiperemia bilateral conjuntiva, quemose e secreção ocular serosa, com folículos salientes na parte interna da terceira pálpebra em casos mais graves. A doença da córnea é rara, e caso presente, pode ser resultado da co-infecção com organismos tais como herpesvírus felino 1. Os sinais são mais severos 9 a 13 dias após o início e em seguida se tornam mais leves 2 a 3 s depois. Em alguns gatos, os sinais clínicos podem durar por semanas apesar do tratamento, e a recorrência dos sinais não é incomum. Gatos não tratados podem abrigar o organismo durante meses após a infecção.

Diagnóstico
A conjuntivite clamidial em gatos deve ser diferenciada da conjuntivite causada pelo herpesvírus felino 1 e calicivírus felino. O diagnóstico pode ser confirmado pela demonstração de inclusões clamidiais intracitoplásmicas em preparos citológicos esfoliativos, pelo isolamento do organismo clamidial na cultura celular, ou por PCR para DNA clamidial ou esfregaços conjuntivos. Raspagens para exame citológico foram preparadas movendo de forma suave porém firme uma espátula sobre a conjuntiva e esfregando o material descartado em um sobre uma lâmina de vidro; o preparo é secado ao ar e tingido.

Fonte: Manual de veterinária da Merck

Nobivac

A tosse canina, ou traqueobronquite infecciosa canina, é uma doença respiratória altamente contagiosa em cães. Encontrada no mundo todo, a doença afetará uma porcentagem relativamente alta de cães em suas vidas. Aprenda como você pode fazer a sua parte para proteger seu cão da tosse canina e mantenha o vínculo forte.

LEIA MAIS
  • Nobivac

    "JUNTE-SE À LUTA GLOBAL CONTRA A RAIVA
    A MSD Saúde Animal está envolvida em uma parceria com o projeto Afya Serengeti para contribuir com a erradicação da raiva e salvar vidas na África através da doação de vacinas. Assim, cada vez que você proteger um animal em sua clínica com a vacina Nobivac®, estará se unindo à MSD Saúde Animal na doação de doses de vacina antirrábica para a região do Serengeti. A empresa destinará até 1% do faturamento da vacina antirrábica para o projeto, garantindo que a proteção contra a raiva que você promove em sua clínica tenha um alcance ainda maior. Para mais informações, entre em contato com o representante da MSD Saúde Animal ou visite o site www.afya.org."

    LEIA MAIS
  • Nobivac

    Estabelecer fortes laços entre os veterinários e proprietários através de informações sobre a importância e os benefícios de um procedimento de imunização correto.

    ASSISTA O VÍDEO